Thórus Engenharia
Detector de vazamento de gás: vale a pena utilizá-lo?

blog

Detector de vazamento de gás: vale a pena utilizá-lo?

Seja em casa ou no trabalho, estamos constantemente expostos a uma grande variedade de gases tóxicos. São inúmeros os casos de acidentes com gases envolvendo asfixia, explosões e incêndios. Neste cenário surgem os detectores de vazamento de gás, que contribuem para a segurança e prevenção de acidentes.

Você sabe quando deve utilizar um detector de vazamento de gás? Será que vale a pena incluí-lo no seu empreendimento? Confira no texto a seguir.

Inicialmente, é importante destacar que o detector trabalha com os limites de inflamabilidade.

Para que ocorra uma explosão, é necessário uma quantidade mínima de gás combustível no ambiente. Essa quantia – que varia de gás para gás -, aliada ao oxigênio, gera o processo de combustão. Utilizando esse parâmetro, o detector vai indicar na tela a quantidade de gás combustível presente no local.

Leia também: Teste de estanqueidade: o que é, por que realizar e o que diz a NBR 15.571?

Detector Portátil
Fonte: Soluções Industriais

Como utilizar um detector de gás?

Os detectores podem ser usados para detectar diversos tipos de gases, como monóxido de carbono, butano, metano, propano, gás de carvão, gás natural e o gás liquefeito de petróleo. No uso residencial, ele tem a função da detecção do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) ou do gás natural (GN).

Na instalação, o detector pode ser associado a uma válvula solenoide. Ao detectar um vazamento, a válvula se fecha.É possível também ligá-lo a uma central de alarme de incêndio. Ao ser detectado o vazamento, a central dispara o alarme.

Detector de Gás Fixo
Fonte: Manutenção & Suprimentos

Não existem, em Santa Catarina, normas específicas do Corpo de Bombeiros Militar a respeito do uso de sensores de gás em projetos de prevenção e combate à incêndio, nem mesmo sobre os locais onde sua instalação é recomendada. Por isso, a necessidade do uso varia  de acordo com a situação, incluindo o julgamento do projetista em conjunto com o bombeiro.

Por que usar um detector de gás, e quanto ele custa?

 A resposta é simples: segurança. Em 2017, na cidade de Joinville, um geminado explodiu devido a um vazamento de gás. Após algum tempo vazando, ao gás atingiu o limite de explosividade. Com esse acumulo de gás no ambiente, a simples ação de acionar um interruptor gerou a explosão. Uma das pessoas que residia no geminado morreu.

 

Um detector de gás autônomo seria suficiente para impedir esse acontecimento, já que quando a concentração de gás no ambiente atingisse o menor sinal de perigo, o alarme seria automaticamente disparado. Assim, haveria tempo de tomar as providências necessárias, como fechar o registro do gás ou evacuar a residência, para que os danos fossem os menores possíveis.

Os detectores podem ser facilmente encontrados no mercado por preços acessíveis. Detectores fixos e autônomos, apenas ligados à tomada, podem ser encontrados por cerca de R$80,00. Já um detector com possibilidade de ligação a uma central de alarme custa em média R$190,00. Ambos fornecem proteção, e o preço deles definitivamente não se compara à possibilidade de salvar uma vida.

Leia também: Aquecedor a gás para apartamento: Especificações técnicas, instalação, adequações do ambiente e segurança

Em quais locais devo instalar o detector?

O GLP é mais denso do que o ar atmosférico. Portanto, se a instalação for feita em locais abastecidos por esse tipo de gás, o detector deve estar posicionado junto ao chão. Já o GN é menos denso, logo a tendência do gás é subir. Por isso, se recomenda instalar o detector no teto.

Quais cuidados tomar ao realizar a instalação?

A calibragem do aparelho é de extrema importância, pois o aparelho precisa funcionar perfeitamente. Um erro na identificação dos limites de inflamabilidade pode ocasionar um acidente.

Para finalizar, os detectores são em geral, ligados na tomada. Assim, é preciso muito cuidado para que essa instalação seja realizada de maneira adequada.

Em caso de dúvidas, consulte um profissional especializado, para que o seu detector ofereça toda a segurança e proteção necessárias.

Se esse conteúdo foi útil para você, não deixe de compartilhar. Aproveite e se inscreva na nossa newsletter e se mantenha informado sobre conteúdos da construção civil.

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo:

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Se inscreva na nossa newsletter​

A cada duas semanas, um conteúdo exclusivo em seu e-mail