Thórus Engenharia
Dicas para utilizar o sistema de exaustão para coifa

blog

sistema de exaustão para coifa

Dicas para utilizar o sistema de exaustão para coifa

O sistema de exaustão para coifa é fundamental dentro de uma cozinha, isso porque esse equipamento é responsável por manter o ambiente mais agradável, saudável e confortável para todos que permanecerem naquele mesmo local. 

Para entender melhor o que é esse sistema e algumas dicas essenciais para utilizar e instalar, confira o conteúdo de hoje!

O que é e pra que serve o sistema de exaustão para coifa?

O sistema de exaustão para coifa tem como função captar, tratar e conduzir vapores e gases para longe da cozinha, atuando em conjunto com um sistema de insuflamento de ar externo, repondo todo o ar que foi sugado pelo sistema de exaustão.

Além disso, a exaustão para coifa conta com um mecanismo que deixa o local livre de odores e fumaças, também impede a concentração de calor e a disseminação de gases prejudiciais à saúde.

Contudo, você deve estar se perguntando qual o melhor tipo para escolher, certo? Apresentamos logo abaixo, continue acompanhando. 

Saiba mais sobre: O que é ventokit e quando utilizá-lo?

Tipos disponíveis

As coifas se apresentam em diferentes soluções no mercado para as mais variadas necessidades. Apesar de ela ter essa função específica de filtragem do ar, a coifa é muito procurada também para finalidades estéticas, e, por isso, deve ser escolhido com muita sabedoria o tipo que melhor se encaixa com sua realidade. 

Os modelos que podem ser considerados no projeto da sua cozinha são os de coifas de parede, de ilha, suspensas, de bancada e de embutir.

De parede

As coifas deste modelo são as mais tradicionais, direcionadas para cozinhas onde o fogão ou cooktop estão encostados ou muito próximos da parede. Além de usualmente serem os modelos mais em conta do mercado, as coifas de parede tem a instalação mais simples em relação às demais.

De ilha

O nome já diz tudo: Para aquelas cozinhas estilo ‘americanas’, planejadas com ilhas que possuam fogão, as coifas de ilha são especialmente projetadas para atender esta necessidade.

Embora possua a desvantagem de ser obrigatoriamente instalada no teto (o que leva à perfurações para fixação e tubulação de exaustão), esses modelos possuem a modernidade visual como uma grande vantagem. Naturalmente que esse tipo de coifa tende a ser mais caro, se comparado com as coifas de parede.

Suspensa

Uma das opções mais modernas do mercado. As coifas suspensas combinam o que há de melhor em tecnologia de depuração de ar com a  sofisticação refinada de design de alto padrão. Assemelha-se muito a um lustre, o que proporciona uma aparência mais discreta para o ambiente. 

De bancada

Provavelmente o modelo mais diferente — e caro — entre os demais, sobretudo pela forma de instalação. Este tipo de coifa é instalada diretamente na bancada, embutida à ela. Temos um conteúdo específico sobre este modelo de coifa que você pode conferir aqui!

De embutir

Muitas coifas podem ser embutidas, no entanto, alguns modelos já são especialmente projetados para este fim, sendo muito utilizados em cozinhas planejadas, onde a instalação da coifa já é prevista no projeto. Para estes modelos, a coifa fica embutida no armário, por exemplo. 

Diferença entre coifa com exaustão e depuração de ar

O primeiro ponto para diferenciar ambos os modelos, é a diferença na instalação, potência e na maneira como o ar é filtrado.

Uma coifa com exaustor tem como função levar os vapores gerados durante o preparo dos alimentos do ambiente interno para o ambiente externo através de um tubo que deve ser instalado juntamente com a coifa. Dessa forma, o ar quente sai, levando todas as impurezas, e assim, o ambiente é renovado com o ar frio que vem do ambiente externo.

Já o depurador de ar, faz todo o trabalho de sugar e filtrar o ar da cozinha, renovando-o de modo que possa ser lançado novamente ao espaço da cozinha. 

Por fim, a coifa naturalmente tem como função de exaustor, e também pode ser usada como depurador — e aqui não há  necessidade de fazer uma instalação de um duto para troca de ar.

Leia também: Sistemas de exaustão para churrasqueiras: por que utilizar?

Dicas importantes na hora da instalação do sistema de exaustão para coifa

Uma dica extra de nossos engenheiros, é sobre os cuidados e forma de instalação do equipamento.

Para instalação, o primeiro passo é escolher o lugar certo, centralizada a um fogão ou cooktop. Após, é necessário ter um ponto de eletricidade específico para a coifa, embora ela não demande muita energia. 

Feito isso, verifique se existe uma saída de ar compatível com o cano de exaustão, assim a coifa suga a fumaça e joga para fora do ambiente. Nesse caso, é essencial ter um duto de exaustão, que pode ter saída pelo teto ou parede.

Outro ponto importante, é prestar atenção nas medidas para assegurar um bom funcionamento da coifa. Respeitar as distâncias é fundamental, mas seguir todos os passos descritos no manual do seu produto é primordial.

O ideal é que construtoras e incorporadoras já prevejam o sistema de exaustão para coifa no projeto e deixem o espaço preparado para uma possível instalação feita pelo proprietário. Nesse caso, prestar atenção nos espaços necessários e no trajeto que a tubulação percorrerá é fundamental. Uma dica é sempre ficar atento ao conforto acústico do empreendimento e pensar nisso na hora de distribuir a tubulação até a saída. 

E quanto custa?

Bem, é claro que o valor do investimento em uma coifa vai variar de acordo com o tipo de coifa que você pretende comprar, para qual finalidade e também a qualidade e estética do equipamento. Sendo assim, os modelos mais ‘em conta’ no mercado giram em torno de R$500,00 – 900,00 reais, mas podemos encontrar modelos de coifas acima dos R$4000,00.

Conclusão

Ter uma cozinha bem equipada não só garante o incremento na qualidade de vida dos moradores como também valoriza o imóvel em alguma possível venda. O fato de a cozinha contar com uma coifa — quer seja ela exaustora ou depuradora — contribui  para a conservação dos demais eletros e móveis, uma vez que auxilia na eliminação de gorduras e vapores que ficam em suspensão no ambiente.

Além disso, algumas coisas podem vir com vários recursos, tornando-as mais úteis e tecnológicas do que já são, como por exemplo: 

  • Luzes em led: Que favorecem a iluminação sobre as panelas;
  • Detectores de saturação: Que indicam quando o filtro precisa de troca ou limpeza;
  • Timer: Programando a coifa para se desligar automaticamente após um período de uso; 
  • Turbo: Para demandas de sucção maiores;
  • Painel sensível ao toque: Que traz maior comodidade no controle das funções da coifa e;
  • Controle remoto: Que controla a coifa à distância.

Por isso, quando for projetar sua cozinha, sobretudo para as áreas destinadas à cocção, dê uma atenção especial a este eletrodoméstico indispensável, funcional e decorativo, a coifa!

Esse conteúdo foi útil para você? Se inscreva na newsletter abaixo e receba sempre novos materiais!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo:

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Se inscreva na nossa newsletter​

A cada duas semanas, um conteúdo exclusivo em seu e-mail