Thórus Engenharia
Qual a função da bomba de calor geotérmica?

blog

BOMBA DE CALOR GEOTÉRMICA

Qual a função da bomba de calor geotérmica?

Antes de falar propriamente sobre a bomba de calor geotérmica, precisamos começar pela energia geotérmica. Mas afinal, o que é isso?

A energia  geotérmica é aquela proveniente da terra. É considerada uma das energias mais limpas no leque de energias renováveis, assim como a energia solar. Os países que mais apresentam produção de energia geotérmica são a Indonésia, as Filipinas e os Estado Unidos.

Leia também: Edifícios de energia zero: conheça o futuro da construção civil

Estes lugares possuem uma certa vantagem para produção deste tipo de energia, já que estão localizados em regiões com grande movimentação tectônica e atividades vulcânicas. Com isto existe o potencial na geração da energia geotérmica e faz com que vários países tenham até mesmo usinas deste tipo de energia.

Entenda mais: Energia geotérmica no mundo

No Brasil, esse tipo de energia não é muito explorada devido à localização geográfica. Por isso, as bombas de calor são uma ótima alternativa para aproveitar a energia proveniente da terra para aquecimento e resfriamento. Isto é possível pelo bombeamento da água através de uma tubulação inserida no solo. Funcionando como facilitadoras para a geração da energia.

Como funcionam as bombas de calor geotérmica?

Para implementar uma bomba de calor geotérmica, é necessário basicamente de três coisas: uma fonte de calor, dois permutadores de calor e uma quantia pequena de energia motriz (força usada para transmitir movimento) — o que mantém o sistema funcionando.

A bomba funciona como um extrator, ou seja, ela extrai energia a certa temperatura, eleva essa temperatura e a libera por meio de um sistema de chão radiante ou por unidades ventilo-convectoras.

Para o que podem ser usadas?

Por apresentar alta eficiência energética, as bombas de calor geotérmicas são usadas geralmente para aquecer piscinas e para o condicionamento do ar interno de residências. De forma geral, são uma ótima opção também para o aquecimento de água da casa, como de chuveiros e torneiras.

Tipos de bombas 

As três opções mais conhecidas de bomba de calor são: modo bomba de calor, modo bomba de calor reversível e modo arrefecimento passivo.

O sistema mais completo, dentro deste modo, é o “Arrefecimento com aquecimento de água sanitária em paralelo” – resfria o ambiente e aquece a água no mesmo sistema. O qual apresenta os seguintes componentes: compressor, condensador, válvula de expansão, sondas geotérmicas, evaporador, válvulas comutadoras, ventiloconvector e bomba de circulação/arrefecimento de água glicolada.

  • Compressor: é responsável por fazer o fluído frigorífico atingir pressão e temperatura elevadas.
  • Condensador: também conhecido como permutador de calor, é nele que o fluído frigorífico arrefece e liquefaz-se, transferindo o calor para o aquecimento central.
  • Válvula de expansão: nela, o líquido frigorífico tem uma queda de pressão (expande-se) e arrefece.
  • Sondas geotérmicas: as sondas ficam enterradas, propiciando o aproveitamento constante do calor que existe nas camadas do subsolo.
  • Evaporador: é responsável por transferir a energia captada pela sonda geotérmica para o fluido, fazendo com que ele aqueça ou evapore.
  • Válvulas comutadoras: a válvula  tem como função separar a operação de aquecimento central de água e de arrefecimento passivo, permitindo que eles funcionem de forma paralela.
  • Ventiloconvector: é responsável por enviar ao ambiente uma frescura agradável, retirando o calor existente. Isso é possível após a circulação da água fria pelo componente.
  • Bomba de circulação/arrefecimento de água glicolada: ao ser ativada, a energia da água de aquecimento é transferida para o circuito da água glicolada dentro do permutador de calor e dissipa-se no solo.

Dependendo da função (arrefecimento e aquecimento de água em paralelo, arrefecimento passivo sem bomba de calor, aquecimento de água, ou aquecimento de ar), os componentes ativos podem variar.

Se esse texto foi útil para você, compartilhe! Aproveite e se inscreva na nossa newsletter abaixo.

Imagem de Capa: Ecologia.CC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo:

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Se inscreva na nossa newsletter​

A cada duas semanas, um conteúdo exclusivo em seu e-mail