O que é e como funciona o BCF?

O que é e como funciona o BCF?

A comunicação é fundamental para que qualquer atividade seja desenvolvida com sucesso e qualidade. Quando falamos em BIM, isso mais do que nunca se aplica. Projetos completos e compatibilizados, explorando o compartilhamento de informações entre todos os envolvidos em um projeto, é parte do sucesso da obra. Por isso, vamos falar sobre BCF, um formato que permite a comunicação de forma simplificada e prática. 

O que é BCF? 

O BIM Collaboration Format, mais conhecido pela sigla BCF, é um formato de arquivo baseado na linguagem XML, para compartilhar informações entre plataformas, diretamente no projeto e sem risco de perda ou distorções dos dados.

Com um formato de arquivo aberto e neutro, o BCF pode ser “lido” por qualquer plataforma que suporte este formato. Nele, é possível que problemas sejam referenciados diretamente no local onde ocorrem no modelo, por uma captura das coordenadas PNG e IFC do elemento que se quer mostrar. 

Em resumo, o BCF busca reduzir ruídos na comunicação e incentivar o trabalho colaborativo entre as equipes, principalmente nas etapas de desenvolvimento de projetos. Ele permite a troca rápida e clara de mensagens com imagens vinculadas ao elemento e à pessoa responsável, para evitar a necessidade de envio do modelo durante o processo. 

 

 

Como funciona o BCF?

Com a fase de projetos em andamento, diversas disciplinas sendo desenvolvidas e, muitas vezes, por diferentes projetistas e escritórios, a troca por arquivos IFC já é comum. Para que essa comunicação seja ainda mais assertiva, durante esse processo, é possível que o projetista registre informações, apontamentos e problemas por meio de relatório BCF. 

Toda vez que um novo registro é feito, ele pode vir acompanhado do autor da notificação, um comentário e para quem essa anotação se direciona. Da mesma forma, após resolvida aquela anotação, o projetista pode respondê-la com a solução e o ajuste realizado. 

Dessa forma, não é necessário que relatórios externos sejam gerados e que o projetista tenha que “caçar” no modelo e interpretar o ajuste solicitado por outra disciplina, por exemplo. As marcações são feitas exatamente onde é necessária a alteração. 

https://www.youtube.com/watch?v=yrm5SrEfSvE

Fonte: BuildingSMART International

Esse formato deixa toda comunicação entre disciplinas e projetistas mais estruturada e documentada, ganhando tempo para todas as partes e resultando em projetos melhores compatibilizados. Vale destacar que, por ser um arquivo livre, o BFC não possui exclusividade com nenhum software ou plataforma BIM, o que é excelente para quando falamos de diferentes projetistas. 

A história do BCF

Foi em 2009 que o conceito de BCF começou a ser discutido e pensado entre a Solibri, Tekla e o Institute for Applied Building Informatics. A intenção foi justamente fortalecer o uso de padrões abertos, pensando na proposta do OpenBIM. 

Atualmente, o BCF é considerado um padrão OpenBIM da BuildingSMART International, da mesma forma que os arquivos IFC. Sua criação foi considerada um grande avanço para o fortalecimento dessa interoperabilidade BIM. 

Por que usar BCF?

Bom, nós já te explicamos o que é e como funciona o BCF e é justamente esse o maior argumento para utilizá-lo! O projeto é o coração de qualquer obra e, para explorar verdadeiramente todos os recursos do BIM (afinal, BIM não é só 3D), o BCF é uma excelente escolha. 

O compartilhamento de arquivos em IFC é ótimo durante o desenvolvimento, mas nele, não é possível fazer a documentação de informações e comentários. Por isso, ao combinar o uso dos arquivos IFC com os BCF, você encontra um caminho ideal para explorar o OpenBIM. 

E aí, qual é sua experiência com BCF? Conta para a gente nos comentários! Se esse conteúdo foi útil para você, não deixe de se inscrever na nossa newsletter aqui embaixo! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Contineu lendo:

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Se inscreva na nossa newsletter​

A cada duas semanas, um conteúdo exclusivo em seu e-mail