Thórus Engenharia
Como funciona um sistema de aquecimento central?

blog

AQUECIMENTO-CENTRAL

Como funciona um sistema de aquecimento central?

O aquecimento central é um sistema que fornece calor para todo o edifício, por meio de um conjunto de fatores. Além disso, ele pode ser uma solução bastante satisfatória no quesito eficiência energética.

Como funciona o sistema de aquecimento central?

O aquecimento proveniente deste sistema vem a partir de um único ponto, como uma caldeira, por exemplo. Ela pode ser instalada na cave (ambiente abaixo do térreo) ou em uma sala de máquinas. Com isso, o calor é distribuído no edifício por meio de uma tubulação própria, circulação de água ou vapor canalizado.

Porém, o aquecimento central pode ser fornecido por outros sistemas, como: radiadores, pavimento radiante, bombas de calor, caldeiras a gás, pellets e lenha.

  • Radiadores: são muito comuns, principalmente em casas de banho.
  • Pavimento Radiante: este sistema pode ser elétrico ou hidráulico. É muito recomendado para residências. Além disso, apresenta um consumo mais econômico. Porém, devido a certas condições, não pode ser aplicado em todos os empreendimentos.
  • Bombas de calor: mesmo tendo um valor de instalação alto, as bombas de calor energético são uma ótima opção, pois apresentam uma taxa de eficiência energética alta e contribuem para a sustentabilidade – fonte energética renovável.
  • Caldeiras a gás: este sistema consome pouco gás, tendo um bom aproveitamento energético e, assim, uma ótima relação com o meio ambiente.
  • Pellets: aparelho que utiliza resíduos florestais, substituindo aqueles que funcionam a gasóleo ou gás.
  • Lenha: é a opção mais econômica para a produção de energia térmica, porém a mais difícil de se utilizar por exigir grande consumo de madeira.

Leia também: Como funciona o aquecimento de água sustentável?

Escolha do sistema de aquecimento 

Antes de escolher um sistema de aquecimento central, é preciso analisar algumas particularidades, como a fonte de energia ideal, a capacidade de isolamento térmico do edifício e a distribuição de calor.

No caso da fonte de energia (energia solar, uma bomba de calor ou caldeira), é recomendado estudar a viabilidade para implementá-la no empreendimento.

Já o isolamento da edificação determina a quantidade de calor que é necessária para aquecer o espaço. Por isso, é preciso verificar com atenção este ponto antes de instalar um sistema de aquecimento.

Por fim, mas não menos importante, é necessário averiguar a distribuição de calor, que pode ser feita por radiadores ou por meio de um piso radiante.

Veja também: Trocador de calor: a melhor alternativa para aquecimento de piscinas?

Como é feita a instalação do sistema de aquecimento central? 

O vídeo abaixo, produzido pela empresa portuguesa Leroy Merlin, ilustra de maneira simples e prática como instalar uma rede ou sistema de aquecimento central, além de fornecer algumas dicas sobre este tema. Confira:

 

Vale ressaltar que, ao optar por um sistema de aquecimento central, o valor agregado ao empreendimento tende aumentar. Já que não são todos os prédios que oferecem tais instalações, devido ao padrão e à localização.

Se esse texto foi útil para você, não deixe de compartilhar e se inscrever na nossa newsletter aqui embaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo:

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Se inscreva na nossa newsletter​

A cada duas semanas, um conteúdo exclusivo em seu e-mail