Thórus Engenharia
NETResíduos: a plataforma para um gerenciamento de resíduos eficiente

blog

Gerenciamento de resíduos

NETResíduos: a plataforma para um gerenciamento de resíduos eficiente

A geração de resíduos é vista como uma das principais vilãs da construção civil. Poder gerenciar esses resíduos de maneira adequada, identificando os processos e acompanhando todas as etapas de transporte até a destinação é fundamental. A NETResíduos é uma construtech que traz a solução para o gerenciamento de resíduos na obra, e o melhor de tudo, identificando possíveis desperdícios financeiros.

Por isso, continuamos nossa série “Qual problema sua construtech resolve?” vamos entender o que a NETResíduos faz. E também, entender porque não utilizar apenas a boa e velha planilha no Excel para o acompanhamento dos resíduos gerados na sua obra.

O que a NETResíduos faz?

Muitas empresas já possuem um modelo para o gerenciamento de resíduos da obra, mas não de gestão desses dados. Por isso, a NETResíduos tem como foco resolver o problema de gestão de dados e documentos relacionados ao gerenciamento de resíduos.

A falta de controle e análise sobre os dados gerados acabam criando um distanciamento entre a produção, que é quem gera os resíduos, e o setor ambiental, que cuida da destinação adequada desses materiais. Esse distanciamento dificulta que a equipe da obra entenda a real importância de fazer o gerenciamento correto dos resíduos.

A NETResíduos trabalha para quebrar esse distanciamento e mudar essa visão. O software transforma os dados relacionados aos resíduos em indicadores estratégicos, levando a informação para todos os setores de uma forma que exemplifique a importância em ter um controle de resíduos.

É justamente isso que diferencia tanto o software da NETResíduos de uma planilha no Excel. Ele proporciona uma experiência ampla e com os parâmetros e funções já adequadas para o gerenciamento de resíduos.

Como o esperado é um grande volume de dados e documentos, é importante que não seja elaborado apenas uma base de dados e registros e sim uma interação entre eles. A NetResíduos proporciona essa associação dos dados coletados, com rastreabilidade de documentos, análises automáticas e identificação de pendências, por exemplo.

Dessa forma, o objetivo é otimizar os processos, sinalizar o que é necessário ser feito e elevar o nível de gerenciamento de resíduos em todas as etapas trazendo mais qualidade a sua obra e menos prejuízos financeiros. Desde o planejamento, com a elaboração do PGRCC – Plano de Gerenciamento de Resíduos na Construção Civil, até o transporte e destinação dos resíduos

Como a NETResíduos me ajuda a elaborar meu PGRCC?

Uma das grandes dificuldades das construtoras e incorporadoras na hora de elaborar o PGRCC é estimar, quantitativamente e qualitativamente, a geração de resíduos da obra. Essa dificuldade vem da falta de uma base de dados sólida e confiável para usar como guia em um novo empreendimento, o que gera estimativas rasas.

Uma construtora que nunca gerenciou seus resíduos de forma adequada, não terá um bom banco de dados para partir, e aí, entra um benefício da NETResíduos. O software construiu uma base de dados própria com estimativas de geração de resíduos para diversos perfis de obras.

A partir do momento que a construtora estiver usando o software da NETResíduos, ela terá sua própria base de dados para realizar novas estimativas de maneira ainda mais assertiva. Por isso, a NETResíduos é uma grande aliada na hora de elaborar o PGRCC.

Quais os erros mais comuns cometidos pelas construtoras no gerenciamento de resíduos?

Para pontuar erros cometidos, Henrique Ribeiro, engenheiro ambiental, CEO e Fundador da startup, explica que é necessário dividir o gerenciamento de resíduos em duas partes:

  • Administrativa – registros e documentos:

Nesse sentido, as construtoras pecam pela ausência de dados, um controle de documentação adequada que comprove que você está fazendo o gerenciamento de resíduos e a falta de manifestos de transporte desses resíduos.

  • Operacional:

Não segregar os resíduos gerados na obra é o principal erro no quesito operacional. Entulhar os resíduos sem a separação adequada acarretará diversos problemas na hora de gerenciá-los. Um dos problemas resultantes enfrentados pelas construtoras é fazer a destinação correta desses resíduos, já que não foram segredados.

Principais dicas para as construtoras que querem melhorar o seu gerenciamento de resíduos

O CEO da NETResíduos explica que implantar o gerenciamento de resíduos de maneira correta na obra é excelente, mas é necessário ter em mente que os resultados não virão do dia para a noite. É necessário que a construtora integre isso com os seus processos.

Por isso, Henrique traz algumas dicas para você começar a gerenciar de maneira adequada e com qualidade os resíduos da sua obra.

  1. Registre todos os resíduos:

Dessa forma você conseguirá avaliar os dados e relacioná-los, ponto fundamental no gerenciamento de resíduos.

  1. Garanta as documentações dos processos:

É importante que você não permita que nenhum processo seja realizado sem a devida documentação e cheque se todas as empresas contratadas, realmente, possuem o licenciamento para o serviço.

  1. Avance e explore a análise de dados:

Assim você conseguirá gerar processos contínuos de avaliação e melhoria do gerenciamento de resíduos, para atingir o resultado esperado.

Minha construtora é obrigada a seguir alguma exigência legal?

Henrique explica que esse tema começou a ser debatido em 2002, em uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente, que cita que todas as construtoras e obras devem gerenciar seus resíduos.

Além disso, a Política Nacional de Resíduos e políticas estaduais possuem papel importante no sentido legal. Até mesmo alguns municípios possuem suas próprias políticas, com regras, multas e processos definidos.

Normas técnicas, como a ISO e certificações sustentáveis também já estão avaliando e cobrando o gerenciamento de resíduos nas obras. Por isso, avaliar com cuidado os processos, gerenciamento e gestão de resíduos do seu empreendimento é tão importante e necessário.

Qual o real custo da geração de resíduos para a minha obra?

Na construção civil, muitas vezes, o gerenciamento de resíduos é associado apenas a caçambas. Essa visão antiga gera consequências até hoje para construtoras. Setores de controle financeiro da empresa encaram o custo do resíduo de um empreendimento como o custo de aluguel de uma caçamba e transporte.

Pelo contrário, o custo real de resíduos é muito maior! Além dos custos com depósito desses materiais e transporte para a destinação correta é muito importante avaliar as perdas que eles representam. Por isso, para avaliar o custo de um resíduo é necessário avaliar o material que foi desperdiçado, os motivos de ter ocorrido o desperdício e a mão de obra relacionada a esses resíduos.

Se você gostou e quer algumas dicas de como melhorar seu gerenciamento de resíduos e reduzir os custos, pode escutar o papo que batemos com o Henrique no nosso podcast Cenário Construtivo. Não deixe de se inscrever na nossa newsletter para receber sempre conteúdos sobre inovações na construção civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo:

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Se inscreva na nossa newsletter​

A cada duas semanas, um conteúdo exclusivo em seu e-mail