Thórus Engenharia
Automação residencial: como funciona e quanto custa?

blog

Automação residencial: como funciona e quanto custa?

A automação residencial já não é algo do futuro. Ela está cada vez mais presente na vida de muitas pessoas e empresas, oferecendo diversas funcionalidades tecnológicas que são utilizadas dentro de casas e empreendimentos, transformando em realidade o que antes era apenas um sonho.

Mas, afinal, você sabe quais os benefícios dessa tecnologia para o seu dia a dia? No conteúdo de hoje, vamos explicar se realmente vale a pena adotar a automação em sua casa ou em seus projetos de arquitetura e engenharia.

Boa leitura!

O que é automação residencial

A automação residencial refere-se ao controle automático e eletrônico de diferentes recursos, atividades e eletrodomésticos que também são utilizados em casas, empresas, hotéis e etc. Em outras palavras, significa que você pode controlar de maneira simples e fácil os equipamentos e recursos dos ambientes através da internet, tornando assim a vida mais confortável, prática e segura, e até mesmo economizando as contas do seu lar.

Por meio de sistemas integrados e da conexão à internet, a automação residencial cria uma casa totalmente inteligente, que com alguns comandos, como o de voz, por exemplo, ativa diversas funcionalidades. Uma das tecnologias mais importantes nesse processo é a IoT (Internet of Things — em português, Internet das Coisas), que já vem impactando o dia a dia de muitas pessoas.

O objetivo dessa tecnologia é oferecer facilidade e praticidade para as residências através do controle e do gerenciamento remoto, tudo pela tela do celular, tablet ou computador, precisando apenas de uma conexão com a internet. 

O grande diferencial quando falamos de automação residencial é que ela seja inteligente. Mas o que isso quer dizer? Que com ela é possível criar programações e rotinas do seu dia, com o objetivo de realmente facilitar a sua vida.

A automação residencial não é simplesmente acender uma lâmpada por comando de voz, e sim que ela acenda e desligue sozinha conforme a presença de luz natural ou de indivíduos no ambiente, por exemplo. 

Como funciona um sistema de automação residencial 

A automação residencial é uma rede de hardware, comunicação e interfaces eletrônicas que trabalham para integrar dispositivos na rotina uns dos outros via internet. Cada sistema tem um modo de funcionar, por isso, conversamos com o Pedro Baccarin, COO da Houseasy, uma startup da área que produz nacionalmente todo o sistema de automação, com a proposta de ser prático e acessível. 

O objetivo da Houseasy é justamente o de levar a automação ao maior número de pessoas possíveis e que essa tecnologia venha acompanhada do mais importante, inteligência. O sistema da startup vai além de um simples assistente de voz, como a Alexa da Amazon e o Google Assistant (o sistema, inclusive, é compatível com os assistentes). A ideia é que  não seja feita simplesmente uma automação de aparelhos e sim, da rotina do usuário. 

A inteligência desenvolvida pela Houseasy possibilita que todos os comandos entre os aparelhos seja feita por meio de um aplicativo, especialmente desenvolvido, colocando a usabilidade em destaque, ou seja, que seja fácil de controlar, mesmo para quem não é tão familiarizado com a tecnologia.

Nessa imagem, temos alguns exemplos de dispositivos que podem ser conectados ao sistema da startup para automação.  

 

Além desses exemplos, qualquer dispositivo com até 600W ou que possua controle de emissão infravermelho pode ser conectado. 

O que compõe o meu sistema de automação residencial?

O sistema da Houseasy está dividido em três aparelhos físicos, o Easy Mind, o Easy Play e o Easy Power. Cada um tem sua atuação no processo de automação que explicaremos logo abaixo.

 

  • Easy Mind: é uma central de comunicação intermediária, responsável por fazer a comunicação entre os outros módulos e a nuvem. Ou seja, ele assume realmente a figura de “cérebro” do sistema e faz com que ele opere da melhor forma. 
  • Easy Play: funciona como um “controle universal”, responsável por fazer o envio dos comandos por infravermelho, como televisores, ares-condicionados, aparelhos de som e outros.
  • Easy Power: permite o controle da iluminação e também pode ser instalado na parte interna das tomadas para tornar aquela entrada inteligente. Nela é possível conectar qualquer dispositivo que respeite a potência de até 600W. Por ser interno, não prejudica a estética do ambiente e tem uma instalação simples, que pode ser realizada por um eletricista, sem ser necessária nenhuma capacitação extra.

 

Com os três dispositivos é possível realizar a automação residencial. No caso do Mind, um dispositivo é capaz de “cobrir” até 100m² em superfície plana, ou seja, para boa parte dos apartamentos modernos, apenas uma unidade seria o suficiente.

No caso do Play, o indicado pela startup é de que o módulo esteja a uma distância de até 18 metros (em linha reta) dos aparelhos que deseja automatizar. Já no caso do Power, será necessário em todas as tomadas e interruptores que desejar automatizar também.

Afinal, quanto custa todo esse sistema?

Os dispositivos da Houseasy partem de R$69,90, como o Easy Power. Já o Easy Play tem o custo de R$89,90 e o Mind de R$199,00. 

Além disso, a startup oferece em seu e-commerce a possibilidade de comprar kits completos para automação de cômodos. Estão disponíveis as opções de um cômodo, quatro cômodos e oito cômodos. Nesse caso, o valor parte de R$237,90 para um ambiente. 

A startup também está em fase de estruturação de uma central comercial para os casos de compras maiores diretamente para construtoras, por exemplo, que desejam automatizar um empreendimento ainda em fase de construção. O que, por sinal, pode ser um excelente diferencial competitivo e funcionar como item de valor agregado no empreendimento. 

 

Leia também: Edifícios inteligentes: você está ligado nessa tendência?

Vantagens em investir na automação residencial

Até agora já trouxemos inúmeras vantagens da automação residencial, não é mesmo? Uma casa com equipamentos totalmente automatizados significa mais praticidade, economia de tempo e dinheiro, além de muito conforto e segurança.

Seja com um projeto completo de automação residencial, com todos os itens citados acima ou com a adoção de apenas alguns deles, já é possível notar as vantagens dessa tecnologia, como:

Facilidade no gerenciamento

Gerenciar todos os seus dispositivos domésticos em um só lugar é algo fantástico. Ser capaz de manter toda a tecnologia em sua casa conectada por meio de uma interface e disponível quando você quiser é um grande passo em frente para tecnologia e gerenciamento doméstico.

Melhor funcionalidade do aparelho

Casas inteligentes também poderão ajudá-lo a operar melhor seus eletrodomésticos. Um exemplo dessa ação, é uma smart TV que irá auxiliar a encontrar os melhores aplicativos e canais para localizar sua programação favorita, ajudando a otimizar tempo. 

Em última análise, conectar seus aparelhos e outros sistemas com tecnologia de automação irá melhorar a eficácia do seu aparelho e, no geral, tornar sua vida dentro de casa ainda mais fácil e agradável!

Flexibilidade para novos dispositivos e aparelhos

Os sistemas domésticos inteligentes são completamente flexíveis quando se trata da adaptação de novos dispositivos e eletrodomésticos, além de outras tecnologias. Não importa o quanto os seus aparelhos sejam de última geração hoje, sempre haverá novos modelos surgindo o tempo todo. 

Você provavelmente aumentará seu conjunto de dispositivos conforme substitui os antigos ou descobrirá novas tecnologias para acompanhar seus espaços internos e externos com a automação residencial. 

Ser capaz de integrar os novos aparelhos tornará seu trabalho rotineiro muito mais fácil, permitindo que continue atualizando para a tecnologia de estilo de vida recente e moderna.

Maior eficiência energética

Dependendo de como você usa sua tecnologia, é possível tornar seu espaço ainda mais eficiente em termos de energia, sabia? Por exemplo, caso tenha um controle mais preciso sobre o aquecimento e resfriamento de sua casa com um termostato inteligente que seja programável, você pode colocar o tempo da sua preferência e a temperatura, com isso, é viável configurar a melhor eficiência energética ao longo do dia. 

Outro exemplo são as luzes e cortinas motorizadas, que podem ser programadas para alternar para o modo noturno conforme o sol se põe, ou as luzes podem ligar e desligar automaticamente quando você entra ou sai da sala, para que assim, nunca precise se preocupar com o desperdício de energia.

Maximizando a segurança doméstica

Quando você incorpora recursos de segurança e vigilância inteligentes em sua residência, a proteção de sua casa pode se destacar ainda mais. Existem milhares de opções, mas um bom exemplo do qual é muito usado, são sistemas de automação residencial que podem conectar detectores de movimento, câmeras de vigilância, fechaduras automatizadas e outras medidas de segurança tangíveis em toda a sua casa. Assim, você pode ativá-los em um dispositivo móvel antes de ir para a cama ou ao sair de casa.

Você também pode optar por receber alertas de segurança em seus vários dispositivos, dependendo da hora do dia em que o alerta disparar, e monitorar as atividades em tempo real, seja em casa ou em outro lugar.

Total controle das funções

Poder controlar as funções do seu lar à distância é algo que ninguém mais te tira depois de você já ter experimentado. Em um dia excepcionalmente quente, o sistema de automação é capaz de ordenar que sua casa esfrie antes de você chegar do trabalho, tornando assim o ambiente agradável.

Agora que você já sabe o que é uma automação residencial e todos os seus benefícios, que tal se inscrever em nossa newsletter? Basta acessar abaixo para receber sempre novos materiais!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo:

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Se inscreva na nossa newsletter​

A cada duas semanas, um conteúdo exclusivo em seu e-mail