Thórus Engenharia
Metaverso na construção civil: chegou a hora?

blog

Metaverso na construção civil: chegou a hora?

O termo metaverso se popularizou muito no último ano. As transformações para esse mundo virtual já começaram, como os shows nesse novo ambiente, de grandes nomes da música internacional como Justin Bieber, Ariana Grande e The Weeknd. Falando do mercado imobiliário, já imaginou comprar imóveis “virtuais”? Em outubro de 2021, a Tokens.com, uma empresa de tecnologia blockchain focada em NFTs e imóveis no metaverso, adquiriu 50% da Metaverse Group, uma das primeiras empresas imobiliárias virtuais do mundo. 

Pensando em todos esses movimentos, como você imagina que a construção e a engenharia possam utilizar desse novo espaço? Para te ajudar a compreender mais sobre o tema, neste texto vamos falar sobre o metaverso na construção civil! 

O que é o metaverso?

O metaverso é uma espécie de evolução 3D da internet. Ele representa um universo virtual que pode ser experimentado como o mundo real. Em uma explicação, Mark Zuckerberg explicou que a diferença entre o metaverso e a internet é a mesma entre espiar por uma janela e estar lá junto aquele momento. 

Durante a evolução da internet, boa parte do consumo ocorreu de formas 2D (telas de TV, telefone, tablets). Foi essa primeira geração de dispositivos que começou a criar as experiências humanas com a internet. A última geração de dispositivos já começou uma transição na forma de consumo, com óculos de realidade aumentada, fones de realidade virtual, além de vários outros dispositivos focados na imersão 3D para geração de sensações.

Há muito que ainda está sendo definido nesta nova versão, a “Web 3.0”, mas o metaverso terá um grande papel na forma como as pessoas trabalham juntas e colaboram. Adotar o metaverso como meio de trabalho será essencial para acompanhar as mudanças nas expectativas dos clientes, além de multiplicar a produtividade. O metaverso vai mudar e já está mudando a forma como as empresas compartilham ideias. 

O metaverso na construção civil

O metaverso pega todos os ativos importantes no trabalho diário – modelos 3D, conversas, mídia, visualização de dados, gerenciamento de projetos, aplicativos da web – e os traz para um espaço físico compartilhado com o qual podemos interagir com nossas mãos. É uma nova sede que dá a cada funcionário “superpoderes” e pode ser acessada de qualquer lugar do mundo. Esses superpoderes podem assumir a forma 3D, a manipulação de ativos ou até mesmo interação com camadas de construção e dados BIM em uma área de transferência virtual.

Existem muitas plataformas no metaverso que conectam o trabalho da construção a essas experiências compartilhadas. Cada plataforma tem uma especialização diferente, como prototipagem imersiva, revisões de design e rastreamento de problemas 3D.

Essas plataformas dão uma melhor compreensão dos espaços construídos e tornam as comunicações em torno deles mais eficientes. Com a imersão de equipes no metaverso é possível eliminar a necessidade de reuniões pessoais de revisão de projeto e viagens de negócios, ao mesmo tempo em que acelera as aprovações e encurta os prazos do projeto e da obra. 

Softwares tradicionais da construção no metaverso

A maior parte das ferramentas de trabalho padrão estão a apenas alguns cliques do metaverso. Existem plataformas de colaboração com integrações diretas para levar seu trabalho de ferramentas como Navisworks para espaços compartilhados que podem ser acessados ​​de qualquer lugar.

Além disso, as integrações de plataformas, como o Autodesk Construction Cloud , garantem que o trabalho se mantenha sempre atualizado com as versões mais recentes do desktop ou da realidade virtual. As alterações serão sincronizadas perpetuamente com experiências imersivas com as mais recentes alterações das ferramentas da Autodesk.

Os benefícios do metaverso na construção civil

Abaixo, temos alguns exemplos de fluxos e atividades que podem ser beneficiados com o metaverso. 

Colaboração remota

As equipes e os clientes podem ficar alinhados a qualquer hora e de qualquer lugar do mundo usando realidade virtual e também ganham tempo nos processos de aprovações. Além disso, ainda é possível diminuir o número de reuniões e viagens de negócios. 

Apresentações 

A realidade virtual e a realidade aumentada permitem que você organize apresentações totalmente sensoriais que falam com todos os estilos de aprendizado, conquistando novos clientes e conduzindo projetos para a aprovação de toda a equipe. 

Reuniões técnicas ou de vendas

A interação em um ambiente do metaverso é maior e proporciona mais momentos de troca tanto entre cliente e prestador, quanto entre as próprias equipes. Momentos de lazer também podem existir entre os grupos no metaverso.

Passeio virtual pelo empreendimento 

Algumas tecnologias já estão sendo exploradas nesse sentido, como os óculos de realidade virtual. Porém, o que o metaverso propõe é uma grande imersão nesse universo. Desta forma, estamos falando sobre a ideia de realmente passear pelo empreendimento, como se fosse um passeio tradicional.

Áreas de lazer nos empreendimentos

Que tal prever dentro da área de lazer do seu empreendimento um espaço para imersão em jogos no metaverso? A ideia pode atrair os apaixonados por tecnologia e ainda agregar no VGV.

Lançamento de empreendimento

Já imaginou um super evento de lançamento do seu próximo empreendimento, até mesmo com um show internacional. Isso é possível e mais uma alternativa para o uso do metaverso na construção civil. 

E aí, se interessou pela possibilidade de entrar no metaverso? O primeiro passo é buscar quais plataformas fazem mais sentido para a colaboração da sua equipe e também os componentes necessários para essa imersão. No Brasil, alguns custos ainda são elevados, mas aos poucos, veremos a popularização de todos os componentes para imersão no metaverso. Plataformas como a The Wild e o Prospect by IrisVR são alguns exemplos já disponíveis para o metaverso na construção civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Contineu lendo:

Piso elevado, vale a pena?

Em prédios comerciais e outros empreendimentos que usam espaços físicos, é cada vez mais importante ter uma estrutura flexível. Sem isso, é difícil para o

Leia mais

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Se inscreva na nossa newsletter​

A cada duas semanas, um conteúdo exclusivo em seu e-mail