Thórus Engenharia
Projeto de furação: o próximo passo para compatibilizar seus projetos

blog

Compatibilização Projeto de Furação

Projeto de furação: o próximo passo para compatibilizar seus projetos

A compatibilização de projetos na construção civil visa analisar todas as soluções propostas pelos projetos arquitetônico, estrutural e complementares. A ideia é diminuir ou eliminar possíveis interferências entre todas as disciplinas. Nesse sentido, além de fazer as compatibilizações, uma importante dica é prever a furação.

Neste post, mostraremos como aplicar essa sugestão!

O que é um projeto de furação?

Projeto de furação é aquele que apresenta os furos (ou aberturas) previstos para uma estrutura em virtude da compatibilização dela com os projetos complementares: hidrossanitário, de comunicação, elétrico, prevenção e combate a incêndio, de climatização, e outros.

Ou seja, ele mostrará onde você deve prever as furações nos elementos estruturais, a fim de evitar retrabalhos e surpresas durante a obra.

Qual a relação com os elementos estruturais da edificação?

As aberturas na estrutura devem, dependendo do tamanho e da posição, ser reforçadas com o emprego de estribos e barras de aço. Esse reforço pode ser dispensado quando for pequeno o efeito da abertura na capacidade resistente, como nos casos descritos abaixo.

1. Furação em Viga

Segundo a NBR-6118 (Estruturas de Concreto – Procedimento) pode-se dispensar o uso de reforço para aberturas transversais em vigas desde que a abertura esteja situada na zona de tração e siga as seguintes condições:

  1. Distância mínima de 2h da face do apoio (sendo “h” a altura da viga);
  2. Dimensão não superior a 12cm ou h/3;
  3. Distância entre faces de aberturas, num mesmo tramo, de no mínimo 2h;
  4. Não interceptar as barras da armadura, respeitando-se os cobrimentos nominais.

Se essas condições não forem atendidas, deve-se prever reforço em torno da abertura para assegurar a capacidade resistente.

Também podem ser previstos furos verticais, de acordo com a imagem abaixo:

Furação

Figura 1 – Furo vertical em vigas
Fonte: Curso de Concreto Armado – José Milton de Araújo

2. Furação em Laje

Outro elemento a ser compatibilizado com os projetos complementares é a laje. Todos os furos em lajes lisas e cogumelo devem ser verificados quanto à resistência, para os demais tipos é dispensada verificação apenas quando seguem as condições:

  1. Dimensões máximas da abertura iguais a 1/10 do menor vão;
  2. Distância entre a face da abertura e uma borda livre da laje maior ou igual a ¼ do vão;
  3. Distância entre faces de aberturas adjacentes maior que a metade do menor vão.

Furação

Figura 2 – Furos em lajes
Fonte: NBR-6118

Qual a importância de um projeto de furação?

É muito importante discriminar a diferença entre projetos complementares compatibilizados apenas entre si (figura 3) ou também com a estrutura (figura 4). Quando a contabilização também é feita com a estrutura garante-se uma execução muito mais rápida, eficaz, econômica e segura da obra.

Compatibilização entre projetos complementares

Figura 3
Fonte: o autor

Compatibilização com a estrutura

Figura 4
Fonte: o autor

Portanto, é necessário solicitar um projeto de furação para evitar utilização de perfuratrizes após a concretagem e poder prever reforços na estrutura, caso necessário, antes de sua execução.

Lembre-se que este projeto deve ser executado por um Engenheiro capacitado.

Entre em contato com a Thórus Engenharia e solicite seu orçamento, evitando gastos e dores de cabeça futuramente!

 

Marco Antônio Novelletto

Estudante de Engenheira Civil

 

Fontes:

Alto QI

Curso de Concreto Armado – José Milton de Araújo

NBR-6118 – Projeto de estruturas de concreto – Procedimento

Uma resposta

  1. Desculpe sou estudante de engenharia civil, não entendi muito bem.
    Como se utilizaria para fazer a furação no Revit, com modelo de estrutura? Ou quem fez o projeto hidrossanitário?
    Pergunto isso porque não há cursos específicos no assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo:

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Se inscreva na nossa newsletter​

A cada duas semanas, um conteúdo exclusivo em seu e-mail